Subcribe And Share :

Twitter icon facebook icon Digg icon Technorati icon facebook icon Delicious icon More share social bookmark service

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Divórcios crescem 200%


Para cada quatro casamentos realizados em 2007, foi registrada uma separação. É o que mostra a "Estatística do Registro Civil", divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). De acordo com o estudo, em 2007, foram realizados 916.006 casamentos no país, 2,9% a mais do que em 2006. Já o número de dissoluções - soma dos divórcios diretos sem recurso e separações - chegou a 231.329, a maior taxa na série mantida pelo IBGE desde 1984.

Em 23 anos, a taxa de divórcios teve crescimento superior a 200%, passando de 0,46%, em 1984, para 1,49%, em 2007. Em números absolutos, os divórcios concedidos passaram de 30.847, em 1984, para 179.342 em 2007. Em 2006, esse número foi de 160.848.

By: O Globo.

demo template blog and download free blogger template feature like magazine style, ads ready and seo friendly template blog
DheTemplate is galleries new free blogger template with a good design and layout include feature ready added for your blog. DheTemplate.com - NEW FREE BLOGGER TEMPLATE EVERYDAY !!

2 comentários:

Raquel Castro disse...

Nossa...qual será a causa disso? Será que as pessoas estão casando com falta de amor? Será que o amor não existe?
Oo

Gato Guga disse...

Não sei se isso é um índice apenas de brasil, mas a questão é que os casamentos estão ocorrendo cada vez mais cedo e por consequência, a imaturidade dos cônjuges acaba por se mostrar também muito cedo. Não há como um casal de 20 anos saber conduzir uma relação, com todos os problemas existentes. Pensam apenas no pega-pega e quando chega o primeiro problema simplesmente têm de consultar a mamãe. Creio que esse índice tende a crescer ano após ano. Eu nunca casei e certamente vou continuar assim, pois não quero engordar tais estatísticas. Bjs.

Postar um comentário

Xeretando, heim?
Ótimo. Seja sempre bem vindo e volte sempre, inclusive para ler o que respondi, aqui mesmo.